23 de dezembro de 2010

O bis...haha

Ele falou muito do que eu penso, achei que cabia no Big bag também...

"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho. É viver cada momento e construir a felicidade aqui e agora. Claro que a vida prega peças. O bolo não cresce, o pneu fura, chove demais, perdemos pessoas que amamos...
Mas, pensa só:
Tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Eu quero viver bem...E você? 2010 foi um ano cheio de coisas boas, mas também de problemas, desilusões, tristezas e perdas, reencontros... (hum...)
Normal...
2011 não vai ser diferente. Muda o século, o milênio muda, mas o Homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas, e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que eu desejo pra todos nós é sabedoria. E que todos nós saibamos transformar tudo em uma boa experiência. O nosso desejo não se realizou?
Beleza... Não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de uma frase que ouvi e adoro: "cuidado com seus sonhos, desejos, eles podem se tornar realidade").
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano... Mas, se a gente se entender e permitir olhar o outro e o mundo com generosidade,as coisas ficam diferentes. Desejo para todo mundo esse olhar especial!
2011 pode ser um ano especial, se nosso olhar for diferente.
Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.
2011 pode ser o máximo, maravilhoso, lindo, especial!
Depende de mim... De você.
Pode ser... E que seja!'
(Arnaldo Jabor)

O último de 2010

Eu desejo todo esse shuffle de coisas boas e simples aqui embaixo para mim e para todos! Que a gente possa comemorar o Natal e o ano novo durante todos os dias de 2011! Muito ataque de bobox/boborreia/bobose, sempre.

Desculpem qualquer coisa. Esse ano foi intenso, estou numa fase underconstruction e por isso talvez eu tenha feito por vocês menos do que eu gostaria, talvez eu tenha estado mais longe do que eu queria, mas vocês todos sabem que se eu pudesse eu levaria todos junto comigo no meu bolso o tempo todo.

Obrigada família/amigos, amigos/família, amigos antigos, amigos novos! vocês definitivamente são "o que a vida tem de melhor"!
E obrigada a todos os "leitores" do Big Bag, prefiro ver vocês como companheiros das minhas viagens, é bom saber que não estou sozinha nos meus pensamentos.

"Do que é ruim eu me esqueço
O bom eu quero mais
Da tristeza quero o avesso
Agora eu quero paz
Saiba que todo fim
É um recomeço
Pra nossa vida eu quero amor
O resto eu desconheço" (Indiferença- Móveis Coloniais de Acaju)







































né?!

Toda parte boa tem a parte ruim junto, senão seria um filme e não a vida.

21 de dezembro de 2010

2011 is just around the corner

2011 está chegando meio tímido. Um pouco intimidado com o que foi 2010...

2010. Ano anormal. Intenso. Criativo. Surpreendente. Fanfarrão. Divertido. Dolorido mas cicatrizante e conciliador. 2010 levou todos ao extremo, ao limite pra ver do que se é feito de verdade. E por isso não foi nada, nada, nada monótono. Foi um fenômeno universal. Pode perguntar por aí. Difícil encontrar alguém que não tenha se sentido em um filme com um roteirista mais do que pró-ativo. Um ano realmente fora da curva. A vida convidou a crescer e quem aceitou o convite se surpreendeu e viu que um ano pode realmente fazer diferença, um ano pode valer por uns 5.
É um monte de 2010 que eu desejo pra todos. Um monte de 2010 pra mim, pra você, pra ele, pra ela, pra nós. Porque são anos assim que fazem a gente ver o que é vida de verdade. São anos assim que fazem a gente ver que é o ano todo que importa, não só o final dele. São anos assim que fazem você valorizar a família e os amigos, todos os dias, não só nas datas comemorativas. São anos assim que fazem você querer continuar vivendo, se desafiando, crescendo, amando, dividindo, conhecendo, aprendendo. São anos assim que ensinam que todo dia pode ser ano novo. Todo dia pode ser uma segunda, terceira, quarta chance pra começar de novo. Todo dia é dia de descobrir o que te prende para você finalmente ser livre.

Mas, vem 2011! Vem que os braços estão abertos pra gente girar no ar. Muitas músicas estão esperando pra serem descobertas. Muitas risadas estão presas na garganta. Muitos sonhos na mochila. Muitas luas e estrelas estão esperando pra serem admiradas como se fosse a primeira vez, e o dia que isso não acontecer mais, é porque tem alguma coisa errada. É um sinal pra começar de novo, de novo e de novo.

Night is day

Trilha sonora: http://www.youtube.com/watch?v=tVrrAP-ntMc&feature=related

Look at the stars...




All yellow...


"Esses discursos são silenciosos, não se ouve uma palavra mas sua mensagem de louvor é ouvida em todas as partes da terra." (Salmos 19, 3-4)

Full moon

E a luazona de hoje? é nessas horas que eu me orgulho em ser pequena pra olhar pra cima e os problemas ficarem menores ainda.

18 de dezembro de 2010

Na volta da aula de cello

Hoje descobri que o cello não cabe junto comigo no guarda-chuva...Mas nem a chuva, nem o cansaço desanimam a música! E pra ajudar a Oi FM (linda!) veio com uma bela seleção na volta pra casa:

Lykke Li - Dance Dance Dance

http://www.youtube.com/watch?v=modXbqbsAvs&feature=related


Tonight tonight - Smashing Pumpkins
http://www.youtube.com/watch?v=YEvVIgCm1zg

17 de dezembro de 2010

Uma vez me disseram...

"dependendo das amizades a vida ganha contornos de surrealidade imensos"

E isso pode ser provado recebendo um email assim:

"É MARAVILHOSO sorrir com a alma.Brincar com a criança de "60 anos" tendo companheiras de sorriso rasgado sem ter que fazer caras e bocas.
Dani que ceia magnífica! Agradeço Eternamente a Leveza com que oferece seu LAR no Aconchego mais que Perfeito;e como se fosse flor-AMOR PERFEITO.
Gina como é tão possível ficar mais jovem porque o AMOR é o perfume encarnado no gesto,na voz, na olhar e em tudo e no nada.
Gabi sempre Gabi,não há outro adjetivo a vc a não ser GABI. Quando estava em NY indo embora ao som de NEW YorK, em alto tom, fui indagada para dar um adjetivo para Nova York ,rasgou-se em minha mente NEW York. Isto É GABI.
AMO VCS PARA SEMPRE.Julieta"

16 de dezembro de 2010

O que fazer?

Sabe quando alguém fala algo que você estava sentindo mas não sabia nem como explicar? Então...

"Acho que vc tem uma capacidade muito maior do que se propõe a fazer..Parece que tem algo querendo sair de dentro de vc...minha impressão...Bem filosófica..."

Sobre 2010

"It came to change us all for good" http://www.youtube.com/watch?v=THWvd65cO_4

14 de dezembro de 2010

A entrevista do ano

Um dia perguntaram a ela: como você se tornou tão diferente? Ela respondeu: na verdade, eu sempre fui assim, eu só levei um tempo para descobrir. Alguém também perguntou: e como é possível voar? Ela respondeu: voar é a parte mais fácil, difícil é sair do casulo, dói.



"A espera é vento em pipa e a linha o tempo dá" Madalena Go http://tramavirtual.uol.com.br/madalenago

Está tudo explicado!

Loop: (n.) a sequence of instructions that repeats either a specified number of times or until a particular condition is met.

(é por isso que ouço tantas vezes a mesma música! Ouço "until a particular condition is met"! Poético isso...)

Loop do momento: http://endlessvideo.com/watch?v=bkUQ-OBazbc

10 de dezembro de 2010

Biscoito da sorte sortudo

É normal vir dois papéis no biscoito da sorte? E os dois ainda são muito bons.

olheosmuros



http://twitter.com/olheosmuros

Big Bag Playlist

Trilha sonora das últimas semanas:

Paris - Hans Unstern
http://www.youtube.com/watch?v=J2L0QnAwJVg&feature=player_embedded[/youtube]

Postcards from Italy -Beirut
http://www.youtube.com/watch?v=X61BVv6pLtw

Mean - Pink
http://www.youtube.com/watch?v=b--0qoO1X0Y&feature=fvst

Come back home - Two door cinema club
http://www.youtube.com/watch?v=Hfagq4Ca8qo

Dance floor - Stop Play Moon
http://www.youtube.com/watch?v=6bapVMgbqWs

Be the one - The ting things
http://www.youtube.com/watch?v=6bapVMgbqWs

Luna - Fanfarlo
http://www.youtube.com/watch?v=q5_S3o5VfpM

Horchada - Vampire Weekend
http://www.youtube.com/user/mikse#p/a/u/1/sCa6d9mr0P0

\o/

Sobre 2011?
Que o roteirista seja tão criativo quanto foi em 2010.
Mudanças, surpresas, família, presentes, coincidências, esperança, decepções, dor, crescimento, alegria, amizade, estrelas, lua, por do sol, nascer do sol, bobox, chorar de rir, música, muita música, fé, muita fé, amor, muito amor, perdão, muito perdão.
Na vida quero ser turista para não cair na rotina nunca, para não perder a graça de nada.
E aí, o que será, será!
Que venha U2, Rock in Rio e o que mais tiver que vir e que ainda não sei!

"O que é o seu melhor? É aquilo que eu ainda não sei fazer"

8 de dezembro de 2010

The moon is smiling

The moon is smiling again.
Smiling for you, smiling for me, smiling for us.
Just to remember, one more time, that no worry can be bigger or important than that.
And this message will be up tomorrow, now and then in a different way, in different colors.
So, why worry?
Just hang on smoothly like the moon does, everyday.

7 de dezembro de 2010

Multishow HD

Quero que a vida seja um festival de música por dia. Com o melhor line up e as melhores companhias. Só não precisa ser tão caro, aqui todo mundo vai ser estudante. :P

http://www.youtube.com/watch?v=TZD7CNRSq28

"Without music, life would be a mistake."Nietzsche

Parole

quê: sm 1.alguma coisa 2.complexidade, complicação

:)

2 de dezembro de 2010

Quando faltar palavra...

http://www.myspace.com/lucianaelaiuy

Sobre a minha amiga orgulho Lu: "Tem aquela música dos beatles, que chama "junk", você sabe? É pra mim uma das músicas mais puras que alguém já fez. E é difícil escrever coisas simples, sem a pretensão de causar arrepios ou fogos de artifício. É como andar de pijama no meio da rua sem se importar muito com isso. Essas músicas que tenho aqui são feitas à mão, sem roupa pra sair. É isso e pronto. Gravadas de um jeito caseiro, gravadas de uma vez só. Sem a pretensão de usar sapato ou paletó."

Abra os olhos: olheosmuros

Abra os olhos. Abra a cabeça e o coração. Você vive querendo que a vida te dê sinais, um deles pode estar no muro que você passa em frente todos os dias.

http://twitter.com/olheosmuros
http://olheosmuros.tumblr.com/

"Mantenha os olhos atentos e a cabeça erguida. A cidade quer se comunicar e tem algo a lhe dizer. Repare nos muros. Frases. Imagens. Intervenção. Inspiração. Reflexão. Arte. Pare. Pense. O olheosmuros é um coletivo que começou no twitter de modo colaborativo e do qual você também pode fazer parte. Quanto mais gente participando, melhor."

Só para inspirar: http://www.youtube.com/watch?v=9WvIXq1pngg&feature=player_embedded#!

1 de dezembro de 2010

!

É tudo uma questão de estar na hora certa, no lugar certo e ter sensibilidade o suficiente para perceber isso.

29 de novembro de 2010

Big bag around the world!

I could neeeever imagine that Big Bag could have come so far...Thank you all for being here once in a while!!! I wish i could talk to each one of you! :)

You are welcome always:
Austria
Canada
China
Denmark
Ecuador
France
Georgia
Germany
Panama
Poland
Portugal
Russia
South Korea
Sweden
United Kingdom
United States

Móveis...móveis...

"No tempo certo vou chegar
Sem pressa, sem despertador
A vida é nova
Novo é o lugar
Que a boa hora traz
Nesse incompleto vem e vai

(...)

Do que é ruim eu me esqueço
O bom eu quero mais
Na tristeza eu quero avesso
Agora quero paz
Saiba que todo fim
É um recomeço
Pra nossa vida quero amor
O resto eu desconheço"

http://www.youtube.com/watch?v=Fn2qQ4Jh7sg&feature=player_embedded

Neurofanática

"cells that fire together, wire together"

27 de novembro de 2010

Play!

A fé é como a música. Você não vê, mas sente. Invisível, mas é real. Você não sabe como nasceu, mas sabe onde encontrar. Não pesa. Não é igual a nada do que existe por aí. Faz o tempo parar. Faz tudo nascer ou reviver. Faz tudo parecer possível. E sem perceber, você entra no ritmo e não quer mais sair. Quem fala que não tem dom pra música está enganado. A fé é grande música que compomos, a grande sinfonia, uma obra prima que vem de dentro. Pode ser silenciosa ou barulhenta, mas sempre vai estar nos top hits.

25 de novembro de 2010

big bag recently added

Agora vai ser assim. Toda semana vou colocar as minhas descobertas musicais por aqui! Afinal o Big bag é movido por música, sempre.

First days of spring - Noah and the Whale
http://www.endlessyoutube.com/watch?v=szbB-vLVnoQ

Pavement - Spit On A Stranger
http://www.youtube.com/watch?v=gFjJP8O5vqQ

Box Elder - Pavement
http://www.youtube.com/watch?v=ZfMW7VjqgU4

Coeur de Pirate - Comme des Enfants
http://www.endlessyoutube.com/watch?v=PTbUYw1xVP0

Texto de presente

Ganhei ele de aniversário da Pam e queria compartilhar:

"O passado não existe mais e o futuro ainda não existe e, no entanto, vivemos quase toda nossa vida entre lembranças e projetos, entre nostalgia e esperança. Mas de tanto lamentar o passado ou ter esperança no futuro, acabamos por perder a única vida que vale a pena ser vivida, a que depende do aqui e do agora, e que não sabemos amar como ela certamente merece [...] Acredito que devemos esperar um pouco menos, amar um pouco mais. Aprender a viver e amar como adultos, pensando, se necessário, sempre na morte. Não por fascinação mórbida. Ao contrário, para procurar o que convém fazer aqui e agora, na alegria, com aqueles que amamos e que vamos perder, a menos que eles nos percam antes. Amar como se não houvesse o amanhã. Viver como se não houvesse o amanhã [...]. Desejo que a imagem de sua vida inteira não a perturbe mais; que você não sonhe com todas as coisas dolorosas que provavelmente te aconteceram; que a cada momento presente se pregunte 'o que há de insuportável e de irreversível e o que há de mágico neste acontecimento?'; que se lembre, então, que não é nem o passado nem o futuro, mas o presente que pesa sobre ti." (do livro de Luc Ferry)

Ahhh

Ahhh o verão...ahhh esses vídeos inspirados e inspiradores...

http://www.likecool.com/summer--Video--Gear.html

24 de novembro de 2010

\o/

Now i got it. Happiness is like love, more than a felling, is a way of life. Happiness is when you learn to live life as simple as it is, without expectations. Happiness is when you let life surprise you every single second. Happiness is when you don't lose yourself in circumstances. Happiness is when you know how to be the best of you and be grateful even when you don't have what you want. Because, in the right time, you can have something even better than you could imagine. That's why, as real as faith is, i believe that happiness can not be overrated. Happiness is not bullshit, is not a marketing trick, is true, real and i know where it comes from. Life is fast, life is now. It doesn't matter why, how, or who. People, things and dreams come and go. Maybe they will come back, sometimes even better than the beginning. But even if they don't, the thing is: always enjoy the ride of this endless and funny boomerang.

23 de novembro de 2010

Desabafo

Sabe o que é a raiva? É puro egoísmo. E um egoísmo burro ainda, porque só faz mal a você mesmo. Raiva é o seu eu mimado fazendo birra só porque não saiu do jeito que queria. É, seus planos nem sempre dão certo, as pessoas não são o que você é e nem o que você espera que sejam, surpresa! Sabe, raiva é o hélio do ego gigante. Ah, se os egos fossem menores e se os ouvidos fossem mais usados, afinal, temos dois, as brigas diminuiriam. Porque, sabe o que é briga? Puro territorialismo. Pra que? Por quem? Alguma coisa é realmente nossa além de nós mesmos? Você é realmente tão melhor do que o outro? Cadê os corações ensináveis? Ter coração ensinável não é ser bobo, sem opinião ou influenciável. Coração ensinável é quando se deixa a humildade invadir com a certeza de que nunca vamos saber de tudo, que sempre poderemos ser melhores do que somos e que sempre podemos entender e ajudar os outros, só assim poderemos ser ajudados e entendidos. Não deixar a raiva contaminar é um exercício diário, difícil, mas não impossível. Um dia de cada vez e assim vamos. Porque afinal, para todas as perguntas, o amor sempre é a resposta.

Tudo bem in the rain

É, show é onde músicas viram manifestos. No show do Paul Mccartney, o meu manifesto foi basicamente esse:

I don't know, i don't know
I've got a feeling, a feeling I can't hide
Ev'rybody had a hard year.
Ev'rybody had a good time.
There will be an answer. let it be
Sing the changes
Calling over
Feel the quiet
In the thunder
Then you begin to make it better
Better, better, better, better, better, oh!
Ob-la-di, ob-la-da, life goes on, brah!...
Lala how the life goes on...

22 de novembro de 2010

You know what music is?

"You know what music is? God's little reminder that there's something else besides us in this universe, a harmonic connection between all living beings, every where, even the stars." (August Rush)

21 de novembro de 2010

Warm and coldplay

"Science and progress do not speak as loud as my heart"

Vero

Pra que falar o que não é verdade? Pra que sentir o que não é de verdade? Pra que lembrar o que não é de verdade? Pra que amar se não for de verdade? Pra que estar lá se não for de verdade? Pra que cantar ou dançar se não for de verdade? Pra que? A verdade é isso: incorruptível. Ser o que se é, ser o que não se precisa dizer que se é. Sentir o que se sente, sentir o que se diz que se sente. Não é difícil, mas não é fácil. Mas se a vida está na intensidade, a intensidade está na verdade e a verdade, só você sabe como encontrar. E quando ela aparece, fica difícil disfarçar. Onde está a sua verdade?

Showholic

Na primeira nota toda aquela angustia vai embora. Na primeira nota tudo simplesmente vale a pena. É lá que aquela partitura faz sentido não só para você ou para mim, mas para todos, juntos. É lá que a música ganha o poder para virar um manifesto. E naquele ritual mágico de pulos e aplasos, é possível voar, é possível morrer e viver de novo. Se a música tem um poder sobrenatural, eu quero ser uma paranormal, sempre.

18 de novembro de 2010

Desembarque no Terminal 2

Somos todos iguais, mas tão diferentes. Mesmo cérebro, com conexões diferentes. Mesmos dois braços, com abraços diferentes. Mesmos dois olhos, com lágrimas diferentes. Mesma uma boca, com sorrisos diferentes. Mesmo coração que bate, com emoções e sentimentos diferentes. Somos todos iguais, mas tão diferentes. Acontecemos juntos, mas separados. Milhões de universos dentro de um só. Da minha história, eu sei. A sua história, só posso imaginar. E no espaço em comum entre essas histórias, a vida acontece. Vidas que são tão diferentes, mas no fundo, são uma só.

Refresco de guaraná





Fontes:

http://icanread.tumblr.com/

http://www.musicphilosophy.co.uk/

17 de novembro de 2010

Presente de verdade

Ok! Quando se é criança se ganha muitos presentes. Quando se cresce se ganham poucos, mas esses poucos são tão valorozos que ah...quase fazem chorar! Foi esse caso:







Quem quiser encomendar a sua caixa personalizada e feita carinhosamente a mão para natal, aniversário, etc. Eu conheço e indico: http://www.mariacaixinha.blogspot.com/

16 de novembro de 2010

Coisas brilhantes

E naquele dia, o sol apareceu, dourado. Um sinal de que o caminho estava pronto e passava no meio de quem amava. E quando o amor encontrou o amor, os olhos diziam tudo, os abraços gritavam e os sorrisos denunciavam. E assim tudo ficou brilhante, brilhante como a esperança de que ainda se pode ter esperança. Brilhante como a certeza de que não vai ser fácil, mas que não se está sozinho. Um brilhante, tão brilhante que não se tem certeza se o brilhante contagiou todos ou todos contagiaram o brilhante.

Presente atemporal

Tassi, se é para eu ler todo dia, precisava colocar aqui! Obrigada...eu falei que eu ia chorar...eu disse pra você que aniversário se constroi todos os dias e esse texto é uma prova disso...quero o seu abraço mas não só por ter sido meu aniversário! hehe

"Não tem dia certo para dar palavras de presente para alguém.
Eu sei bem disso.
Não existe data especial para dizer o quanto este alguém é importante.
Isso deveria ser constante.

Por isso estou te dando esse email de presente.
Não porque foi seu aniversário, nem porque quero puxar seu saco.
Porque isso não é motivo.

Mas você é tipo um presente que a vida me trouxe.
Uma pessoa MUITO especial.
Diferente de vááááá´rias pessoas que entram e saem das nossas vidas.

A palavra AMIZADE já diz muita coisa.
Ela é especial quando é dita com sinceridade
e quando tem seu peso completo.

Não desejo felicidade, saúde, paz e sucesso pelo seu aniversário.
Desejo todos os dias, porque você merece.
Porque eu adoro você
Porque você faz jus à palavra AMIZADE

Porque vc merece este presente atemporal.

Você pode ler e reler todos os dias
porque estas palavras continuam sendo válidas amanhã
depois de amanhã e depois e depois
E depois.

Sem data de validade.

Parabéns amiga linda.
Parabéns por ser assim.
Parabéns por agir
Por pensar
por sorrir
por estar aqui.

OBRIGADA POR SER MINHA AMIGA

Desejo sua felicidade assim...
sem peso, sem medida, sem datas.
Todos os dias." (by Tassi)

Olhe os muros

http://olheosmuros.tumblr.com/
http://twitter.com/olheosmuros


http://twitter.com/olheosmuros

12 de novembro de 2010

Querido 24

"If it doesn't break your heart
It's not enough
It's when you're breaking down
With your insides coming out
That's when you find out what your heart is made of" (Yet - Switchfoot)

Obrigada! Obrigada 24 por ter sido um dos anos mais intensos. Obrigada 24 por ter feito uma grande reforma em mim. Obrigada 24 por ter me mostrado que o que vale a pena são as pessoas que se ganha de presente e o resto é resto. Obrigada 24 por ter sido imprevisível. Obrigada 24 por ter sido muito mais criativo e ter feito acontecer coisas muito melhores do que eu poderia ter imaginado.

Obrigada também família que são amigos, amigos que são família, novos eternos amigos...Obrigada por fazerem a minha vida ser mais brilhante, mais leve (mesmo quando estou em reforma interna). Obrigada por me ouvirem, por me lerem aqui, por rirem do que eu falo, por entenderem até o meu silêncio. Obrigada por me respeitarem e gostarem dessa doidinha que é viciada em olhar pro céu e que não consegue não falar o que eu sente por vocês. Obrigada! Obrigada por me inspirarem, todo dia. É com a certeza que vou ter sempre vocês comigo que posso viver despreocupada. Porque finalmente sei que o que construí até agora é firme e forte, não importa o que aconteça. E o que tiver que ficar, vai ficar. E o que tiver que mudar, vai ser pra melhor. "Relaxa Gabi"

É como falei no ano passado: Se eu pudesse ao invés de receber parabéns, eu queria é dar presentes e abraços, olhando nos olhos e agradecendo um por um. Se eu sou alguém hoje é porque sei que não estou sozinha. Se eu posso ficar sozinha é porque sei quem está ao meu lado. Se eu continuo tendo fé e esperança é porque tudo o que eu vivi me ensinou que vale a pena. E assim eu continuo, no meu tempo, vivendo tudo o que tem pela frente, sem deixar nada e ninguém para trás.

E como diz a minha amiga Lu: é difícil fazer 25 sem chorar ouvindo essa música:

24 - Switchfoot http://www.youtube.com/watch?v=OLagfciU_PU

Twenty four oceans
Twenty four skies
Twenty four failures
Twenty four tries
Twenty four finds me
In twenty-fourth place
Twenty four drop outs
At the end of the day
Life is not what I thought it was
Twenty four hours ago

Still I'm singing Spirit take me up in arms with You
And I'm not who I thought I was twenty four hours ago
Still I'm singing Spirit take me up in arms with You

Twenty four reasons to admit that I'm wrong
With all my excuses still twenty four strong

See I'm not copping out not copping out not copping out
When You're raising the dead in me
Oh, oh I am the second man
Oh, oh I am the second man now
Oh, oh I am the second man now

And You're raising these twenty four voices
With twenty four hearts
With all of my symphonies
In twenty four parts
But I wan to be one today
Centered and true

I'm singing Spirit take me up in arms with You
You're raising the dead in me
Oh, oh I am the second man
Oh, oh I am the second man now
Oh, oh I am the second man now
And You're raising the dead in me

I want to see miracles, see the world change
Wrestled the angel, for more than a name
For more than a feeling
For more than a cause
I'm singing Spirit take me up in arms with You
And You're raising the dead in me
Twenty four voices
With twenty four hearts
With all of my symphonies
In twenty four parts.
I'm not copping out. Not copping out. Not copping out.

Obrigada 24! Que venha o 25!

10 de novembro de 2010

Para parar e pensar

Sentimentos vem e vão, pessoas vem e vão, músicas vem e vão...É, o tempo faz com que qualquer dicotomia seja apenas uma ilusão.

:)

"But the deepest friendships confer the greatest benefits. A sense of being loved, cared for and listened to fosters a sense of meaning and purpose and reduces stress-induced wear and tear on the body, lowering the heart rate, blood pressure and stress hormones, according to research published last month in the Journal of Health and Social Behavior. Supportive friendships also are linked in research to increased longevity and may actually change the way you experience stressful events, buffering the negative mental effects."

Fonte: http://online.wsj.com/article/SB10001424052748704635704575604353719548676.html?mod=wsj_share_twitter

9 de novembro de 2010

7 de novembro de 2010

+

Tem dias que simplesmente dói. Dói. Dói. A visão embaça. O coração se encolhe como um tatu bola. Parece que a tela fica vermelha como quando se está ferido no Call of Duty. Dói. Dói. Só respirando para o fôlego voltar. A vida tem muito mais que sete chances dentro. Cada fase tem sua dor. Cada fase tem seu prêmio. Se você passar mais tempo em uma, é porque tem um motivo. O fim não existe, ele é só um recomeço mal interpretado. Dica? Colecione as lágrimas enquanto isso. Porque em uma fórmula maluca, a verdadeira alegria só existe com as somas das tristezas. Em uma fórmula mais doida ainda, a dor multiplica o que há de mais belo. É a dor que junta todas as suas partes soltas e te faz completo. E nessa matemática toda, quem sai ganhando, é você. É só esperar.


Trilha sonora: http://www.endlessyoutube.com/watch?v=7z2vEwF0f2s

2 de novembro de 2010

Tiagabi

Não. Não me importo. Não. Não estranho. Estranho é pensar minha vida sem covinha, sem azul, sem cílios longos, sem tatu, sem lego, playmobil, videogame, kart, voos pelo mundo no flight simulator, guitarra, shows particulares improvisados, ideias "geniais", jogo de tênis imaginário, miojo de canudinho, guerra de água/espuma de barbear/travesseiro/ouoquefor. Se amor é um modo de vida, com eles vi que amar também pode ser divertido, sem cerimônia e com horários flutuantes. Com eles o dia a dia nunca é rotina. Com eles a vida fica tão simples e leve quanto um assobio. Posso ficar mais velha, posso ver eles ficando mais velhos, mas pelo menos tenho a certeza que nada passou em branco, nem mesmo aquela simples subida de elevador. E que venha o tempo e as novas fases para provarmos mais uma vez que o que importa é o que é importante, e isso, a gente já sabe.

Pérolas deles, os sobrinhos/irmãos/filhos/amigos/tudojunto:

b: sonhei que tinha acabado a aula e quando acordei, não tinha nem começado. Foi o pior sonho do MUNDO.

prova de matemática: um hacker (blabla), ajude-o a encontrar o código. Resposta do aluno: eu me recuso a ajudar um hacker!

r: aconteceu um acidente de percurssão!

b: deixar a barba crescer é um jeito de se expressar a raiva

b: quando você vem com a semente, eu voltei com a mandioca! / bruno, a semente não tem mandioca...(oooops duplo! haha)

r: sabe o que é o arroto? um peido que subiu na vida!

r: você tem semana do saco cheio? / mano c: todas as semanas

b: estou indo para brasília essa semana né?! será que os políticos vão me roubar lá?

b: não é que não sou organizado, meus horários é que são flutuantes...

b por SP: mãe! quando chegar no minhocão você avisa?? mãe: b, aqui é o minhocão! b: serio? ah..pensei que ele fosse verde, redondo..

b vendo toy story: eu ainda acho que os meus brinquedos fazem isso também!!

b: eles estão destruindo tudo e fazendo shoppings, daqui a pouco a gente vai estar morando em shopping também...

b: isso está me cheirando travecias! (será que não seriam travessuras?)

b: não vou falar do mundo, mas da america latina, acho que sou a pessoa com 14 anos que tem mais cabeça

d: bu, é pra sua "amiga" o nick do msn "você é toda minha"? B: não é pra você mamãe!

B: putz...joguei verde e não colhi maduro, colhi estragado mesmo!

TG: rafa, do jeito que você está comendo o miojo era mais fácil você comer com um canudo! (adivinha o que ele fez?? )

TG:você sabe onde é? B:sei! (já no carro) TG:como vai pra lá? B:não sei! você perguntou se eu sabia onde era e não se eu sabia como chegar!

R: clássico é clássico e vice-versa!

R: tia gabi, como termina a sétima série?

B:sobre anne frank: deve ter tido um monte de menina q escreveu diário nessa época e escolheram justo uma que escreveu 350 páginas!

B voltando da sua primeira balada: nossa...era uma música atrás da outra, SEM PARAR!!

B: deixa a janela aberta,gosto que as estrelas iluminam meu quarto! Gabi: bruno, não são estrelas, são os prédios! B: ah...

B: todo mundo nasce com apenas um dom: o de aprender. Se destaca aquele que se esforça mais.

R: de coração, quem usa na vida locução adverbial, complemento nominal???

R: (angústia de um estudante) e quando vc faz a conta mas o resultado não está em nenhuma das alternativas! Dá pânico!!!

B: por que chama banho maria? como chama isso nos EUA? Maria's bath? Bath of maria?

B: Mãe, ou uma pessoa tem alto-estima ou baixo estima, certo?! Dani: não bruno, é auto-estima, de automóvel! B: ah....tá...

B: no acampamento falaram que meu shorts de corrida parece carla perez Gabi: bu, você sabe quem é carla perez? B: é uma mulher né?

B: tem calcanhar de aquiles no jogo do bixo?? Tia Gabi: você acha que Aquiles é um animal? B: Ah, não sei....

R: eu sei que tem de sobremesa: rozdoce! Todo mundo: rozdoce?? é, quem nem rosbife, não é???

B: será que funciona mesmo esse negócio de lavar prato quando não tem dinheiro para pagar a conte? Pq acho que até vale a pena..

B: aquele ministério que cuida das coisas que a gente estuda, disse falou que não vai mais adiar as aulas

R: Tia Gabi, o que um daminho de honra faz?

R: Querem fazer parte da processação contra o mackenzie para não tem mais aula?

B: quem quer ir para maracangaia comigo? Se ninguém quiser, eu vou só!

R: se o meu irmão tem uma amiga colorida, ela é minha amiga branco e preta?

R: tia gabi, o que eu tomo para gripe? já tomei tic tac de laranja, já serve né?

R: nós não vamos faltar amanhã, vamos nos ausentar na aula seguinte!

B: 4-2 ainda é 2 né?! (revolta contra a reforma ortográfica)

R: Tia gabi, você conhece a Banda Oasics??

R: Mãe, você é a melhor mãe que eu já tive na minha vida!!

R: Tétano! gostei desse nome! meu filho vai chamar tétano!

B: Olha! mais um casulo na flor!!

B: é, a famosa lei de hudson! Gabi: Hudson? B: é! Gabi: Não seria murphy?? B: Mas quem disse que não era Murlhy Hudson??

B: eu acredito muito no habeas corpus do corpo de se curar sozinho...

R: os homens são machos mas não são de ferro!

R: o degradê é quando você tem as cores e você vai esclarecendo...

1 de novembro de 2010

Go free

Nada é seu, nada é meu. Ter é um estado tão mutável quanto a água que evapora e vira chuva. Posse é escravidão de algo que não pode se tornar melhor do que já é. Só o que é livre se transforma. Só o que é livre pode renascer todo dia. Só o que é livre pode se tornar novo, fresco e leve, mesmo não sendo tão novo assim. Ser livre nos detalhes é ser livre em tudo. Afinal, "quem deixa ir, tem pra sempre".

31 de outubro de 2010

1 TED/dia

Só aprende quem sabe que não sabe de tudo. Só aprende quem é humilde para rever conceitos. Só aprende quem quer fazer e ser diferente.

Por isso, chega de ver um video do TED só quando dá.
Entrei na campanha 1 video do TED por dia. São alguns minutos que podem valer por anos.

http://www.ted.com/ : Ideas worth spreading

Mal estar

Mal estar. Mal estar de saber que a corrupção é uma máquina que devora as pessoas que defecam o futuro. Mal estar de saber que não é ela ou ele o problema, mas sim, o contexto todo. Mal estar de saber que podemos tanto, mas ao mesmo tempo somos impotentes. Mal estar de não saber por onde começar uma revolução. Mal estar. Mal estar de saber que de nada vale a democracia quando o egoísmo e a ganância mudam a cabeça de quem chega lá em cima. Mal estar de saber que as pessoas se vendem por tão pouco. Tanta crítica, tanto achismo, tanto de tanto e o mal estar só continua. Que a fé não me abandone, não agora.

28 de outubro de 2010

Que venha o tempo!

"O tempo perguntou pro tempo
quanto tempo o tempo tem.
O tempo respondeu pro tempo
que o tempo tem tanto tempo
quanto tempo o tempo tem."

É. Tempo, tempo, tempo, tempo.
Quanto mais você fala, mais perde o sentido. Ainda bem.

Coleção de palavras

Desafio: me descreva em uma palavra!
E como se fosse meu aniversário, ganhei de presente:

interessada
doce
suavidade
carinho
família
encantadora
doçura
algodão
diamante (delicada, forte e brilhante)
querida
delicada
Mulher (com M maiúsculo) e inseridas nessa palavra viriam outras : guerreira,poderosa,brilhante, ousada,aventureira, feliz...entre tantas mais.

:)
(foi um abraço no coração..obrigada...)

Abstratamente concreto

Texto BRILHANTE da preciosa Pol :

"É muito fácil gostar de alguém inteiro, como ser inteiro é se conhecer, um processo doído, muita gente nem tenta.

Então o ser inteiro passa a ser admirado, desejado e querido, o mundo seria mais simples se todos fossem inteiros.

Assim encontraríamos nossos afins.O ser inteiro encanta até quem não tem afinidade, aí este tem que dizer: "Com licença, mas não temos um sentido, não somos".

Seja inteiro encontre seus afins e seja feliz!O que é ser inteiro? É SER sem copiar, é perder o medo de si, tarefa simples por ser complicado e complicado por ser simples.

O abstrato só pode ser entendido por quem já o sentiu, alguém que nunca sentiu isso pode ler e achar absurdo. Se você entendeu, keep going! O pote de ouro te espera!"

25 de outubro de 2010

Standing on the edge

As balas acabaram. Não há para onde ir, nem o que fazer. Fraturas pelo corpo todo. Dor e lágrimas. Está tudo tão exposto que dá para ver o lado todo de dentro. Bom. Muito bom, soldado. Você venceu. Sim, venceu. Foi humilde e forte o suficiente para admitir suas fraquezas. Agora sim, você sabe quem você é, de todos os ângulos e sabe que o seu grande inimigo, é você mesmo.

weirdo!

Ela ouviu: "o meu melhor é o que eu nunca fiz e o que eu não sei fazer". E percebeu. Percebeu que é a imperfeição que encanta e aproxima. Percebeu que o "eu não sei" é uma segunda chance. Percebeu que de nada adianta parecer ser perfeito, se o vento leva embora a máscara e a bolha vazia explode. Percebeu que só o que é consistente tem rachaduras, e é lá que a beleza está.

22 de outubro de 2010

E aí?

Como se tivessemos todo tempo do mundo, como se fossemos donos de tudo...Mesmo? Ah, não sabemos de nada. Tão criativos, tão inteligentes, tão promissores mas tão prepotentes, tão orgulhos, tão vulneráveis, frágeis. Em um segundo tudo pode acabar. E aí? Eu disse tudo o que queria dizer? Fiz o que queria ter feito? O que e quem foram as minhas prioridades? Quem eu amo, sabe que é amado? Viver sem desculpas esfarradas, sem cerimônia. O ontem já foi, o agora ainda pode ser e o depois, ninguém sabe.

21 de outubro de 2010

Puzzle

Não. Sim. Agora. Depois. Ficar. Ir. Tentar. Desistir. Mudar. Continuar. Lembrar. Esquecer. Aqui. Lá. Show dele. Show deles. Mudar de música. Repeat, repeat, endless. Aniversário. Festa. Poucos amigos. Muitos amigos. Viajar para lá. Viajar para cá. Presentes. Dia. Noite. Verão. Frio. Por do sol. Nascer do sol. Chuva passageira. Ler. Escrever. Rir. Chorar. Chorar de felicidade. Rir de nervoso. E assim a gente vai, nesse quebra-cabeça de palavras e possibilidades flutuantes. No fundo, é uma questão de prioridade. O que é importante agora, pode não ser amanhã. Mas definitivamente, o que não faz sentido agora, vai fazer um dia.

18 de outubro de 2010

It's hot in here

It's time to sleep. It's time to let go. Let it go, for good. If time doesn't wait for you, faith does. So believe, wait. Sleep with eyes open. Keep the head cool and the heart hot, hot, hot. Let it burn. Burn for life, burn for love.

15 de outubro de 2010

Disconnected

E aí, ela percebeu como funcionava. Milhões de conexões por segundo. Sem parada, sem descanso. De lá para cá. Todos os dias. Viagens, livros, músicas, conversas, fotos, trabalho, família, amigos, lembranças, futuro, passado, ilusão de ótica, planos, entrando e saindo, se reorganizando, o tempo todo. É tudo uma questão do que se sentiu comparado com o que se sente e comparado com o que vai se sentir. E mesmo com tantas conexões simultâneas, a principal delas continuava desligada: a dela com ela mesmo. Pane. É difícil encarar que o seu próprio manual de instrução está em branco e a única pessoa que pode poderia escrevê-lo, era ela mesmo. E agora?

13 de outubro de 2010

Intolerência zero

Sim. Ok. Crítica é importante para não se aceitar tudo nessa vida. O problema é que a crítica é traiçoeira, ela só vê um lado, um ponto de vista. E o risco de se tornar cegueira moral, é muito grande. Nem todo mundo pensa e sente igual você. Ainda bem. Seria ótimo se antes de criticar pudessemos entrar em uma sala de espelho para conhecer e reconhecer todos os ângulos. Será que podemos mesmo criticar tanto? Somos tão melhores, tão entendidos assim? Estamos fazendo algo para mudar o que estamos criticando? Poderíamos ter feito melhor? Será? Será? Será que o que criticamos não é a própria expectativa que criamos? Será que no fundo não somos ditadores egoístas? Será que a gente se conhece tão bem assim para podermos falar de qualquer outra coisa? E se pegássemos toda intolerância, orgulho e cobrança para amassar, rasgar e fazer uma fogueira?

12 de outubro de 2010

A vida é um moinho II

Não, não é hipocrisia. É só uma oportunidade, uma segunda, terceira, quarta chance de não ser egoísta e quem sabe ser melhor. É um momento que o seu pouco pode ser muito. É só um segundo de lucidez para perceber que ter tudo, nem vale tanto assim. Afinal, tudo e pouco são medidas bem relativas. No fundo, somos todos iguais, pessoas querendo amor, atenção, um sorriso, um colo, um abraço, uma diversão. Aqui, lá, vai ser sempre assim. O que muda é o que você é e faz, não o que você fala que faz ou diz que é. Se tem uma coisa que deveria estar na moda é ser consistente.

(Hoje eu e Pol fomos na Favela do Moinho ajudar o Mundano a pintar e distribuir brinquedos, roupas...um dia das crianças inusitado. E que eu espero que não tenha sido o único. Vou lutar para poder fazer mais do que isso, não só hoje)

Hoje vou dormir com a frase: "Tia, quando eu crescer, quero trabalhar com vocês..." e com a vontade de não ser egoísta, NUNCA.

11 de outubro de 2010

SWU 10-10-10

Música definitivamente é a minha bebida, não sei quantas horas de pé não me impediram de pular até a última música. Afinal, a alegria vem de dentro!

Já percebi que não faço questão de ver o artista de perto, o que gosto dos shows é a atmosfera mesmo, é essa oportunidade de pular e dançar com toda intensidade, com tudo o que você é na música que você escuta sempre. É a oportunidade de viver a música mesmo!

SWU é mais um show (uns shows) para ficar na memória (não só pela demora para sair do estacionamento, que é a parte traumática, mas ok.., um por do sol encomendado, seguido pela lua sorrindo, a companhia da Tassi , foi um presente. Queria ter encontrado mais pessoas queridas, mas o sinal do celular não deixou.


O que vai ficar na memória:
- Amei a homenagem para o filme "Into the wild" com o ônibus cheio de planta dentro! haha...
- Teatro Mágico é um show mágico mesmo. Valeu ter chegado cedo!
- A música que mais fez sucesso e fez todo mundo cantar no show do Capital Inicial foi "Mulher de fases" do Raimundos, não teve preço ver isso!
- O que foi aquele por do sol????!!!!! E teve lua depois ainda...sem palavras.
- Amei a sensação de ficar no meio dos dois palcos e ter atrações seguidas. Só virar a cabeça e pronto.
- Tinha um cello no palco da Regina Spektor!!! só isso já fez tudo ficar mágico e hipnotizante. E ela tocou em uma cadeira enquanto tocava o piano...meu respeito por ela aumentou ainda mais, artista de verdade! Que show!
- Joss Stone, uma diva! Linda! Dá para aprender a fazer tudo no Joss Stone Lifestyle.
- Não entendi muito o que o Dave Matthews falava, mas o violinista dele é demais! Foi mais um show instrumental do que com músicas queridas, mas foi bom!
- Eu esperava um pessoal mais animado no show do KoL. Pelo menos no meu pedaço só eu , Tassi e uns gatos pingados que estavam animados. Amei ter ouvido ao vivo: The bucket e On call "beeee there!"!!! A animação de todos obviamente veio no Sex on fire e Use Somebody que já era esperado! Muito bom!

Ah e se começa por você, deslique o motor se o trânsito está parado...aquela fumaça toda na hora de ir embora não foi nada sustentável...se tiver SWU ano que vem lá, seria melhor arrumar o esquema de saída...

Mas foi demais..música é vida, sempre. E cada show que eu for sempre vai ter um efeito enorme no meu lado de dentro.

8 de outubro de 2010

4x4

Vai. Continua. Não para. É esse o caminho. O erro, vira acerto. O que machuca, passa. O que dói, faz crescer. A semente sempre dá frutos, então, de fome você não morre. Siga em frente. Sem mapa, sem relógio, sem agenda. É só continuar. Do seu lado, só aqueles que são como você, então, confia. Só leve no bolso a certeza de que vale a pena. E se algum imprevisto acontecer, não é a vida que te pegou de surpresa, é você que estava pensando pequeno demais.

7 de outubro de 2010

Campeão

Mais um dia. Mais uma batalha naquela guerra épica. Ele que já estava sem horizontes e cansado, desistiu. A espada caiu para um lado, a armadura para outro e ele se deixou cair. E deitado naquele campo, olhando para o céu, ele conseguiu tudo o que queria: vencer o tempo, que ele mesmo criou.

28 de setembro de 2010

Two words

I care. I care in a world that nobody cares anymore. I care even when i don't care. I don't care what people think about me, i care about the difference i can make in others life. I don't care if people don't do the same as i do, i care about how can i do more for them. I don't care if i get hurt, i care because this is the feeling that makes me alive. I don't care if i am crazy, i care about what has a meaning. I don't care about what happens, i care based on what i feel and believe. I don't care if it seems to be wrong, because somehow i know that is right. I don't care that the more i care, more i care, because, i just care.

22 de setembro de 2010

Na benedito calixto de cada um

Quanto vale? A resposta não está do lado de fora, não está no tempo, nem na poeira. O valor não se vê, se sente. Não se mede, não se explica, nem se compara, ele apenas existe, do lado de dentro. Tão abstrato, tão real. Tão invisível, tão intenso. É o que dá aquele brilho puro, transparente. É o que faz o tempo ser relativo. É o que faz ser eterno e não velho. É o que faz não ser igual. É o que faz ser só seu, ser só meu. Quanto vale? Você sabe, eu sei.

20 de setembro de 2010

Meio cheio, sempre.

Porque todo mundo precisa de uma boa dose de otimismo e mil sorrisos, todo dia. Eu e a Pol resolvemos compartilhar com o mundo (ou parte dele) um pouco do nosso otimismo, que pode ser seu também.


Otimismo by Pol

O otimista vê perspectivas e não defeitos.

Egos inflados se tornam poesia.

Angustia é cor na tela de Van Gogh.

Culpa cúmplice do bom senso.

Raiva impulsiona a sair do lugar comum.

Desleixo vira desapego.

Tristeza é complementar a alegria. Simbiose.

Sofrimento é aprendizado.

Solidão é pensar diferente.



Otimismo by Gabi

O que bagunça, arruma.

Problemas são mapas do tesouro, basta querer brincar.

Despero é o intervalo de tempo entre você achar que perdeu o chão e você ver que já tem asas.

Preocupação é estar no mesmo degrau do problema, subindo mais alguns tudo se resolve.

Insegurança é só uma amnésia temporária.

O silêncio não é apertado, você cabe inteiro dentro dele, sem deixar de fora nenhuma parte.

A alegria e a tristeza estão no mesmo caleidoscópio.

Não existe mau humor, você que está ouvindo a música errada.

17 de setembro de 2010

Standing on the edge

Mais um show para a coleção de "incríveis": Switchfoot!

A Lu e o Tom gravaram o vídeo mais incrível do mundo!! Pegou todos os momentos!!!!!! desde ele resolvendo escalar até o "amigos, i'm starting to feel like family"!!! serio...arrepia! o show foi isso!
http://www.youtube.com/watch?v=PDpAPazrVt4

O incrível das músicas deles é que elas acompanham todas as fases de um renascimento (pelo menos o meu). São músicas que falam tudo o que você quer, mesmo quando não consegue.
Peguei as partes das letras que mais me chamam atenção (cada paragrafo é uma música) e tentei fazer um grande texto que faça sentido como se fosse uma história só. Pelo menos para mim fez sentido.


I'm on the run
I'm on the ropes this time
where is my song?
I'll sing with what's left of me

All attempts have failed
All my heads are tails
I've got reasons why
I'm losing ground and gaining speed
I've lost myself or most of me
I'm headed for the final precipice
But you haven't lost me yet
No you haven't lost me yet
I'll sing until my heart caves in
No, you haven't lost me yet
These days pass me by
I dream with open eyes
Nightmares haunt my days
Visions blur my nights
I'm so confused
What's true or false
What's fact or fiction after all
I feel like I'm an apparition's pet
If it doesn't break
If it doesn't break your heart it isn't love
If it doesn't break your heart it's not enough
It's when you're breaking down
With your insides coming out
That's when you find out what your heart is made of
And you haven't lost me yet

Life is not what I thought it was
Twenty-four hours ago
There's twenty-four reasons
To admit that I'm wrong
With all my excuses
Still twenty-four strong
When you're raising the dead in me
I wanna see miracles
To see the world change
For more than a feeling
For more than a cause
I'm not copping out
Not copping out

these are the scars
deep in your heart
this is the hole
where most of your soul
comes ripping out
from the places you've been torn
I'm caving in
I'm in love again
I'm a wretched man
every breath is a second chance

Everything inside you know there's more than what you heard
So much more than empty conversation filled with empty words
You're on fire, burning at these mysteries
Give me one more time around
Give me one more chance to see
I've been standing on the edge of me
standing on the edge of everything I've never been before

She's undone tonight,
She's all used up,
She's been staring down the demons,
Who've been screaming she's just another so and so,
Another so and so
You are golden,
You are golden, Child
You are golden,
Don't let go
And the more we learn,
The less we know
We've been talkin' about a feeling,
We both know inside but couldn't find the words
Earth Spins and your mind goes round
And everything will be made new again
Like freedom and spring

It's a long way from my thoughts
To what I'll say
It's a long, long way from paradise
To where I am today
All that's in my head
Is in Your hands
It's a long way from
The moon up to the sun
It's a longer ahead of me
The road that I've begun
Stop to think of all the
Time I've lost
Start to think of all the
Bridges that I've burned
That must be crossed
Over, over, over
Take me over
I've been poison
I've been rain
I've been fooled again
I've seen ashes
Shine like chrome
Someday I'll see home
I can see the stars
From way down here
It's a long way from the
Shadows in my cave
Up to Your reality to
Watch the sunlight taking over

Sunshine, come and help me sing
My heart is darker than these oceans
My heart is frozen underneath
We are crooked souls trying to stay up straight,
Dry eyes in the pouring rain while
The shadow proves the sunshine
To scared that I'll run aways
Hold fast to the break of daylight were
The shadow proves the sunshine
Yeah Yeah, shine on me

what are you waiting for,
the day is gone?
I said I'm waiting for dawn
what are you aiming for out here alone?
I said I'm aiming for home
holding on, holding on
with red eyes
What are you looking for?
with red eyes
all of my days are spent
within this skin
within this cage that I'm in
holding on, holding on
every now and then I see you dreaming
every now and then I see you cry
every now and then I see you reaching,
reaching for the other side
what are you waiting for?

Here we are now with the falling sky and the rain,
We're awakening
Here we are now with the desperate youth and the pain,
We're awakening
Maybe it's called ambition, you've been talking in your sleep
About a dream, We're awakening
Last week found me living for nothing but deadlines,
With my dead beat sky but, this town doesn't look the same tonight
These dreams started singing to me out of nowhere
And in all my life I don't know if I've ever felt so alive, alive
I want to wake up kicking and screaming
I want a heart that I know is beating,
I want to live like I know what I'm leaving
It's beating, I'm bleeding

Welcome to the planet
Welcome to existence
Everyone's here
What happens next
I dare you to move
I dare you to lift yourself up off the floor
Like today never happened
Today never happened before
Welcome to the fallout
The tension is here
Between who you are and who you could be
Between how it is and how it should be
Where can you run to escape from yourself?
Where you gonna go?
Salvation is here

I've been keeping my eyes wide open
your love is a symphony
all around me
running through me
your love is a melody
underneath me
running to me
I've been keeping my mind wide open
I've got my eyes wide open
I've been keeping my hopes unbroken

Hello, good morning, how you doin'?
What makes your risin' sun so new?
I could use a fresh beginning too
All of my regrets are nothing new
So this is a way, that I say I need You
This is a way
This is a way that I'm learning to breathe
I'm learning to crawl
I'm finding that you and you alone can break my fall
I'm living again, awake and alive
I'm dying to breathe in these abundant skies

I've been watching the skies
They've been turning blood red
Not a doubt in my mind anymore
There's a storm up ahead
Hello hurricane
You're not enough
Hello hurricane
You can't silence my love
I've got doors and windows boarded up
All your dead end fury is not enough
You can't silence my love
Every thing I have I count as loss
Everything I have is stripped away
Before I started building
I counted up these costs
There's nothing left for you to take away
I'm a fighter fighting for control
I'm a fighter fighting for my soul
Everything inside of me surrenders
You can't silence my love

Maybe I've been the problem
Maybe I'm the one to blame
I've been thinking maybe I've been partly cloudy
Maybe I'm the chance of rain
And maybe I'm overcast
But when I look at the stars
I see someone else
When I look at the stars
The stars,
I feel like myself
And suddenly the infinite and penitent
Begin to look like home

I've got my memories
They're always
Inside of me
But I can't go back
Back to how it was
I believe now
I've come too far
No, I can't go back
Back to how it was
Belief over misery
I've seen the enemy
And I won't go back
Back to how it was
And I got my heart
Set on
What happens next
I got my eyes wide
It's not over yet
We are miracles
And we're not alone
And now after all
My searching
After all my questions
I'm gonna call it home
I got a brand new mindset
I can finally see
The sunset
I'm gonna call it home
Now I know
Yeah, this is home
I've come too far
And I won't go back

There's a song that's inside my soul
It's the one that I've tried to write over and over again
Sing to me the songs of the stars
Of your galaxy dancing and laughing and laughing again
When I feel like my dreams are so far
Sing to me of the plans that you have for me over again
I want your symphony
Singing in all that I am

We were meant to live for so much more
Have we lost ourselves?
Somewhere we live inside
Maybe we've been livin with our eyes half open
Maybe we're bent and broken, broken
We want more than this world's got to offer
And everything inside screams for second life, yeah

The world begins
With newborn skin
We are right now
You breathe it in
The highs and lows
We call it living
In this needle and haystack life
I've found miracle's there in your eyes
We are once in a lifetime
No, don't let go
Don't give up hope
All is forgiven
All is not lost
Become who you are
It happens once in a lifetime

Life is a day that doesn't last for long.
Life is more than money, time was never money.
Time was never cash, life is still more than girls.
Life is more than hundred dollar bills and roto-tom fills.
Life is more than fame and rock and roll and thrills,
All the riches of the kings end up in wills
We've got information in the information age
but do we know what life is outside of our convenient Lexus cages?
Every moment that we borrow brings us closer
to a God who's not short of cash
Hey Bono, I'm glad you asked.
Life is still worth living, Life is still worth living.
Life is more that we are.


switchfoot: http://www.myspace.com/switchfoot

16 de setembro de 2010

Pede o bis

Imagina que alguém como eu ou você, criou em um dia, em um lugar, uma melodia, uma letra, uma música. Aí imagina que alguém ouviu aquilo, se identificou, se apaixonou. E com incentivo de um lado e de outro, veio a coragem de querer levar essa música pra mais pessoas. E de repente, não tão de repente assim, muitas e muitas pessoas se identificaram com aquela música e agora fazem questão de se reunir para ouvir ao vivo, todos juntos. Só para ter a emoção de voltar o sentimento que invadiu quando se ouviu aquela música pela primeira vez. E assim, aquela música renasce, como se ela nunca tivesse sido ouvida. Sendo que na verdade, ela já se tornou parte de você faz tempo e quem renasce na verdade, é você.


Trilha sonora (show de hoje!!!) http://www.youtube.com/watch?v=ufYp9SHLQX0

Bilhete único

Uma quinta qualquer. O mesmo destino. O mesmo trajeto. Mas alguma coisa estava diferente naquele ônibus. Muitos estavam rindo a melhor risada de todas, a escondida. E no silêncio que foi quebrado, o motivo se apresentou. De pé, de terno, de fone, como se ninguém estivesse ouvindo, ele estava cantando alto e expressivamente "Can you feel the love tonight". Quem é ele? Um louco ou alguém simplesmente feliz? Talvez todos quisessem cantar como ele, talvez. O ponto dele chegou no final da música. Ele desceu e o ônibus ficou "vazio" de novo, voltou ao normal. Quem entrou depois não teve ideia que hoje não foi um dia como qualquer outro, por causa de uma só pessoa.

13 de setembro de 2010

Piu

Ficou sem ar. Pensando que o mundo estava pequeno demais, achou que estava no lugar errado. O tempo parou? Foi esquecido? Não. Não. Calma. É só um tempo. É só o seu tempo. É só o ovo que está para quebrar. E o que tem nesse seu ovo afinal? Ah, a espera é algo que todo mundo vive, a diferença é o que se faz enquanto ela acontece. Respira. Se fé não é teoria, é prática: choque o mundo, então.


trilha sonora: http://www.myspace.com/theecheloneffect

10 de setembro de 2010

Abraço no coração

Quando eu apoio e vivo a teoria "tatu cheira tatu" é exatamente pela certeza de saber que em volta sempre vamos ter pessoas que pensam como a gente, pessoas que vão falar aquilo que você precisava ouvir, mesmo quando você nem sabia que estava precisando.

"Então, uma pequena alegria invadiu a caixa de emails naquela manhã. Era pequena não por não ser grande, mas porque era exatamente esse tipo de alegria que procurávamos para tapar aqueles pequenos vãos!"

"Por trás de tudo existe um amor que não depende de acontecimentos."


Fonte: Lu, a mesma que escreve aqui

9 de setembro de 2010

Entre o tic e o tac

Tudo passa. Quando se vê a sapataria daquele senhor, virou assistência técnica de videogame. Quando se vê a rota do ônibus que você pega há 8 anos, mudou. Quando se vê aquele restaurante tradicional da rua, vai ser demolido para virar um prédio. E quanto mais se vê, mais se tem certeza que até mesmo o que consegue ficar, muda. Muda para não juntar poeira, ou para não endurecer, ou para crescer, ou para hibernar, ou para o que tiver que acontecer. E quando se vê, você também já não é mais o mesmo de ontem. Ainda bem.


Trilha sonora: http://www.youtube.com/watch?v=i9YrUqqSmaY

Será que eu que escrevi?

O Mikselânia falou que esse texto era a minha cara. Que bom que ele acertou, porque é justamente o que eu penso e tento fazer, o tempo todo.





fonte: http://simpleorganizedlife.com/keep-this-in-mind/

3 de setembro de 2010

Foi

Dito. Feito. Só resta se soltar. Deixar o vento te levar. Voar para onde for. Lá para cima. Aqui embaixo. Lá longe. Aqui perto. Tudo com um destino e um porquê. Rajadas de vento que sincronizam com a batida do coração. E nessa ventania que bagunça mas arruma, você está vivo, afinal.

31 de agosto de 2010

Vai!

Angústia. Só vou falar o nome dela uma vez para ela não se achar importante. Mal educada...vem quando não é bem vinda. Vem e gruda no olho, no ouvido, na boca. Não para quieta. Faz arder. Faz embaçar. Faz distorcer. Se deixar, ela entra e fica no estômago, no coração, ou no lugar que você der espaço para ela arranhar. Chega. Sai daqui. Vai embora. Vou tirá-la quando menos esperar, com um movimento preciso e fatal. Tiro, piso em cima e saio correndo para ela se perder de mim. Saio correndo para o vento bater na ferida, fazer arder mas cicatrizar. Saio correndo de dia para o sol me mostrar aonde a lua vai estar. E perto da Lua, lá em cima, a cicatriz se transforma uma nova perspectiva. Porque lá em cima, tudo é diferente. Lá em cima até a música tem outras notas. Lá em cima tudo fica pequeno, como tem que ser.

30 de agosto de 2010

Swell Season

Não consegui absorver ainda o que foi esse show em mim...Mas li esse post que disse tudo o que eu pensei:

http://www.adayinthelife.com.br/2010/08/30/the-swell-season-em-sp-post-do-cotta/comment-page-1/#comment-555

É para um show como esse que a música serve. Talento puro. Música na essência, na alma. Emoção que não faz querer piscar, tira o ar.

começo do show - ele e o violão. E não precisava de mais nada:

http://www.youtube.com/watch?v=RmBmmEEmQ2I

Ele consegue tirar música até de um copo d'agua! E com esse bom humor e carisma, dá vontade de ser amiga dele:
http://www.youtube.com/watch?v=XVKst5NoKHo&feature=related

Final do show do swell season! Todos no palco sem nenhum instrumento ligado, nem microfone....toda plateia batendo palma junto...só que ai, um problema: não ia dar para ouvir eles cantando....então, ele tem a ideia genial de todo mundo estralar o dedo!! sério, ele é um gênio!!! haha...



http://www.youtube.com/watch?v=pgxQHWmBOvM

O Cello e eu

Olá, prazer. Sempre quis te conhecer. Que bom que você já não é mais um sonho tão distante. Quanto mais aprendo e ouço sobre você, mais quero saber. E se para fazer música é preciso intimidade, estamos no caminho certo, parecia que já nos conhecíamos há anos. Quando passei o arco nas cordas pela primeira vez, algo aconteceu do lado de dentro. Eu me apaixonei. Senti. Senti que aquele som era a voz que me faltava. A mágica que você cria são as palavras que muitas vezes não consigo dizer ou escrever. Você, tão educado, tão intenso, tão profundo. Vai ser difícil, mas não vou desistir. Você me fez um convite e eu aceitei: vamos ser música. Como eu sempre quis.

26 de agosto de 2010

Repeat do dia

Boxes - Charlie Winston (para ouvir: http://www.youtube.com/watch?v=1wNFn4pKoA0)

As a child with ocean eyes I smiled
At a world existing just for me ;
Without boxes, borders or boundaries
I built dreams ;
But like plastic building blocks
They were knocked down the ground
I grew up
To a world of compromise

Analysing what it means to dream

I don't really wanna understand
Everything in my world
It spoils the fun for me
Come on darling you can take my hand
Blowing kisses in the wind
We'll fly away in our dreams
From the boxes they'll put us in

Who shall we propose to be ?
Who am I supposed to be ?
With these empty building blocks
I could make a thousand me's

I don't really wanna understand
Everything in my world
It spoils the fun for me
Come on darling you can take my hand
Blowing kisses in the wind
We'll fly away in our dreams
From the boxes they'll put us in

And I'm told we all fit in
But why should I belong to one thing ?
Who shall we propose to be ?
Who I am supposed to be ?

With these plastic building blocks
I could make a thousand me's

I don't really wanna understand
Everything in my world
It spoils the fun for me
Come on darling you can take my hand
Blowing kisses in the wind
We'll fly away in our dreams
From the boxes they'll put us in.

17 de agosto de 2010

We are not a missing piece

Ah se não existisse mais a ilusão de que somos um "missing piece" de alguém...

Essa história é muito mais profunda do que parece...vale a pena entrar nesse link:

http://osorhan.com/bigo/

16 de agosto de 2010

Pequena filósofa

Um mistério não precisa ser ficção. O real pode ser invisível. O consistente, não pesa, nem duvida. É intenso, é verdade, é livre. O natural acontece, escolhe e acolhe. Sem pressa, sente e vive. Transparente e fluoerescente, chama atenção. E entre o tudo e o nada, tentando abraçar o mundo, tudo se encontra.

8 de agosto de 2010

You know

And just like that
You became more than a name

We stood by in sand, sea and rain
Inside our safe place built with laughs and tears

Here, there, now and ever
I can hear you singing
and this voice that i will miss
is a magic so easy to believe

Together we can built hats with the troubles in our head
Together we can find glasses to see the sun, always

Here, there, now and ever
My eyes will hear you, my ears will see you

And by the time this music ends
All will make sense
just like that
Here, there, now and ever


(música de presente para a Li! a melodia vai ficar por conta dela!)

3 de agosto de 2010

Crazy old fashioned

Em tempos que ser é ter, em tempos que o que parece, não é, o sentir saiu de moda. Mas não se engane. Ainda existem alguns doidos por aí. Doidos teimosos que insistem em sentir e mostrar o que sentem. Doidos que ousam experimentar, compartilhar e multiplicar sentimentos. Pasme. Há quem diga que eles são manteiga derretida, moles, frágeis. Mas vai saber, talvez ter a coragem de sentir e deixar mostrar, faz ganhar uma força de outra categoria. Talvez seja a mesma força que faz o rabo do cachorro abanar seja lá o que aconteça. Talvez seja a mesma força que faz o céu pintar um quadro diferente todos os dias. Talvez seja a força que te faz chorar de rir. Talvez seja a força que te dá vontade de pular, dançar, cantar. Talvez seja a força que faz a família ficar unida. Talvez seja a força que faz você conhecer os seus iguais. Talvez seja a força que tanto faz falta em tempos que ser é ter, em tempos que o que parece, não é.