18 de fevereiro de 2011

Você viu?!

E essa lua de hoje? Não consegui tirar foto mas ela estava daquele jeito que dá para imaginar só de falar. No começo tímida com algumas nuvens em volta. Depois, ela perdeu a vergonha e mostrou todo seu brilho e seu tamanho. E aí, chamou aquela atenção, não poderia ser diferente. Ainda vieram umas estrelas de brinde só para completar. Acho que foi em uma noite como essa que Howard Bart compôs "Fly me to the moon", certeza. Com uma lua como essa lá fora o difícil fica dormir, o sono ficou no brilho, no brilho da lua, no brilho do olhar.

Um comentário:

languagesoflove disse...

Check your twitter account sweetie!