7 de junho de 2011

Pff

Não sou de ficar brava com muita coisa. E quaaando eu fico é uma coisa que passa tão rápido que quase ninguém percebe. Mas se tem uma coisa que me incomoda um pouco é essa ânsia que as pessoas têm por datas comemorativas. Dia disso, dia daquilo. Ai que preguiça. Será que ninguém percebe que é mais fácil viver e valorizar o todo dia do que um dia só? É muito mais prático, muito mais barato, muito mais leve. Não consigo entender essa mania que as pessoas tem de cobrar serem especiais por um dia se elas podem ser especiais todos os dias se não houver cobrança nenhuma. Por que as pessoas precisam de rótulos, precisam de datas, precisam de presentes, precisam de jantares em restaurantes para se sentirem alguém? Será que elas não percebem que é justamente isso que gera frustração? Porque aí se não der o presente que você queria, se não levar no restaurante que você sempre sonhou é porque a outra pessoa não se importa do jeito que você queria que ela se importasse. Ah, quanto egoísmo. As pessoas falam que a vida é complicada, mas complica quem quer. A vida está aí fora, todo dia, é só ver e olhar direito e viver. Pra que esperar chegar aquela página na agenda pra vida ser especial? Para que esperar chegar o aniversário para falar aquilo que você sente pelo outro? Para que esperar? A gente perde tempo demais com as cerimônias e esquece que a felicidade já é de casa.

2 comentários:

Mari Eller disse...

faço coro, Gabi. prefiro comemorar os dias do que as datas. ótimo!

transeunte macambúzio disse...

SENSACIONAL, as usual..

Gostei de "ver" você revoltada Gabizinha, aliás, não há uma só maneira de não gostar de você!